sobre

guadalupe é meu segundo nome real. gosto de poesia. nasci em londrina (PR) em 6 de novembro de 1985, estudei letras na UEM, em maringá (PR), e hoje moro em são paulo (SP). estou no twitter como @anaguadalupe.

livros 

o relógio de pulso (7letras, 2011) é meu primeiro livro de poemas. hoje está esgotado nas livrarias, mas você pode encontrá-lo nos sebos do brasil.

relógio de pulso

minha segunda coletânea de poesia está no livro não conheço ninguém que não seja artista (ed. confeitaria, são paulo, 2015), publicado em coautoria com a fotógrafa camila svenson. ainda tem na banca tatuí.

confeitaria-capa-naoconheconinguem-1b1fcae5f80265c94b1e8f6c4989798b-1024-1024

meu próximo livro, preocupações & outros poemas, será publicado em breve.

tradução

outro jeitos de usar a boca, edição brasileira de milk & honey, da poeta canadense rupi kaur (planeta, 2017)

download

outros trabalhos no prelo: difficult women, de roxane gay (ed. globo), e sour heart, de jenny zhang (cia. das letras)

publicidade, matérias & redes sociais

como freelancer ou colaboradora de agências de publicidade, escrevo pra internet há mais de uma década. nesse tempo, fui redatora de marcas como youtube, HBO, nestlé, walt disney studios e absolut. para mais informações, consulte meu linkedin.

antologias

é agora como nunca – antologia incompleta da poesia contemporânea brasileira, organizada por adriana calcanhotto para a companhia das letras e publicada também em portugal pela editora cotovia

naquela língua – antologia da novíssima poesia brasileirapublicada em portugal pela editora elsinore

relevo 5 anos, antologia comemorativa do famoso jornal literário de curitiba, paraná

101 poetas paranaenses, enorme antologia em dois volumes que reúne a história da poesia escrita na minha terra natal — organizada por ademir demarchi e publicada em 2014 pela biblioteca pública do paraná

é que os hussardos chegam hoje, uma antologia poética da cidade de são paulo — publicada pela editora patuá

cityscapes, um e-book organizado pelo poeta americano jacob steinberg em que 40 autores jovens do mundo todo escrevem sobre as cidades onde vivem

escuela brasileña de antropofagia, uma antologia em língua espanhola com 20 poetas brasileiros nascidos entre 1980 e 1988, com seleção e tradução do poeta sergio ernesto ríos para a editora artesanal kodama cartonera (méxico e chile, 2011)

peso pena – uma antologia de poetas contemporâneos (selo black demon press, são paulo, 2010)

otra línea de fuego – quince poetas brasileñas ultracontemporáneas, antologia bilíngue publicada na espanha com seleção de heloísa buarque de hollanda (selo maRemoto, 2009)

revistas, sites & outros

o estado de s. paulo, o globo, zero hora, suplemento pernambuco, jornal cândido, lado7, o diário do norte do paraná, folha de londrina, revista continente, correio braziliense, jornal do commercio, blog da companhia das letras, ponto eletrônico, playground magazine (eua), beach sloth (eua), don’t touch my moleskine, revista gol, criativa, veja, mdemulher, glamour, harper’s bazaar, vogue, tpm, trip, cult, vice, buzzfeed brasil, huffpost brasil, o garibaldi, jornal relevo, deriva, vida secreta, blog da confraria, vacatussa, revista pessoa, dolce still criollo (eua), um conto (portugal), parênteses, esferas (eua), the scrambler (eua), babel poética, P.D (méxico), los perros del alba (méxico), be my mafia family, germina, jornal plástico bolha, portal literal, as escolhas afectivas, feminismo na prática, são paulo review, público (portugal)

exposições & projetos

– o poema “mapa de tesouro” foi selecionado para a seção de destaques da exposição poesia agora, organizada pelo jornal plástico bolha e realizada em são paulo (SP), salvador (BA) e rio de janeiro (RJ)

– li no sarau paisagens & poéticas, organizado por renata roman no SESC interlagos

– li na edição de setembro de 2014 do evento eco – performances poéticas, realizado no museu de arte murilo mendes, em juiz de fora – MG

– a alice sant’anna me entrevistou para seu programa na rádio batuta, do IMS

– no final de 2013, participei — ao lado das poetas bruna beber, lilian aquino, marina wisnik e elisa andrade buzzo de vídeos e ações da campanha publicitária “poetizando”, realizada pela natura e veiculada nas redes sociais da marca

– em 2013 fui entrevistada por renata roman para o programa paisagens & poéticas, veiculado na programação da mobile radio da 30ª bienal internacional de artes de são paulo

– em 2012, participei da seção de leitura do evento releituras de quintana em são paulo, a convite da editora alfaguara — com ítalo moriconi, viviana bosi, renan nuernberger e omar salomão

– escrevi um poema-homenagem na ocasião do aniversário de ferreira gullar, em 2012, para a coletânea online diálogos com gullar, organizada pelo poeta ramon mello para o portal literal

– escrevi um poema para o projeto virtual obra aberta, para as redes sociais da pinacoteca do estado de são paulo

– escrevi um poema para a edição 27 & exposição do na tábua (de paulo scott e fabio zimbres)

– o poema “trópico” fez parte do projeto poema para viagem, idealizado pelo poeta ricardo silveira, na mostra SESC de artes 2008, em são paulo. poetas no projeto: ademir assunção, alice sant’anna, carlito azevedo, fabrício corsaletti e ricardo silveira

– em 2007, no rio de janeiro, o poema “celina” esteve na exposição blooks – tribos e letras na redecom organização de heloísa buarque de hollanda e curadoria de bruna beber e omar salomão